Manutenção Anual de Elevadores e Escadas Rolantes

imagem-esteira-rolante escada_rolante_35a0dbab6e9a041b0eb5cad97a3e89e0_Arquitetura 0361imagem-elevador-3

Na Câmara dos Deputados a proposta da (PL 6125/13) está sendo analisada ainda, e caso seja aprovada haverá a obrigatoriedade de fazer manutenção anual em elevadores elétricos, esteiras e escadas rolantes instalados em edifícios de uso habitacional coletivo, comercial e de serviços públicos.

Esse projeto já foi aprovado na Comissão de Defesa do Consumidor, e o relator na Comissão, deputado Marco Tebaldi, do PSDB de Santa Catarina, disse que fazer a manutenção nesses equipamentos é para a segurança dos usuários em geral, visto que existem relatos de vários acidentes de uns tempos para cá.

É por esse motivo que devem ser feitas manutenções preventivas nos equipamentos existentes principalmente em shoppings, aeroportos e nos milhares de edifícios, e essa lei que obriga a fazer a  manutenção periódica nos elevadores, escadas e esteiras rolantes está sendo analisada pelas Comissões de Desenvolvimento Urbano e de Constituição e Justiça.

Já o presidente do Conselho Federal de Engenharia, Júlio Fialkoski, afirma que já existem resoluções da entidade as quais exigem que um técnico seja responsável pela instalação e manutenção dos  equipamentos, além disso, uma lei federal vai reforçar ainda mais a necessidade de fazer a manutenção preventiva.

Essa fiscalização até o momento é feita apenas pelos conselhos regionais de engenharia, por isso, a ideia é que possa ser realizada por outros órgãos também, como o corpo de bombeiros, a defesa civil, e os órgãos públicos de fiscalização de obras e posturas.

 

Saiba como fazer a Manutenção Anual de Elevadores e Escadas Rolantes

imagem-elevador-manutencao

imagen-escada-manutencao

A necessidade de um condomínio em gastar mensalmente com os contratos de conservação e manutenção de elevadores é sem dúvida um dos ítens que mais pesa no orçamento, por isso, talvez seja interessante ler novamente o Contrato de manutenção de elevadores que seu prédio fez.

Existem diferenças nos contratos que precisam ser analisados, tudo é uma questão de verificar qual seria mais viável no momento, como os exemplos informados abaixo:

 

  • Alguns contratos de manutenção já estão incluídas algumas peças para reposição;

 

  • Contratos de conservação cobram apenas a mão-de-obra;

 

  • A vantagem dos edifícios novos é de poder negociar os contratos de manutenção com custos mais baixos, afinal o elevador é novo e as peças também, por isso, tão cedo não haverá a necessidade de troca de peças;

 

  • No momento de contratar uma empresa, é interessante que seja solicitada uma vistoria que informe qual é a situação real das peças, estimando ainda, qual o tempo provável para a troca;

 

  • Outro item importante a acrescentar na hora de fechar o contrato, é que seja estabelecido quais são as peças que devem ser trocadas, e em que periodicidade;

 

Para fechar o assunto, sempre desconfie de empresas que cobram um valor bem inferior ao praticado pela maioria das empresas concorrentes, lembre-se a manutenção e a conservação de elevadores implica na segurança de condôminos e funcionários.

 

É bom esclarecer que em caso de acidentes graves no elevador com pessoas dentro do condmínio, o síndico pode responder judicialmente pelo acontecido, principalmente se era o responsável em contratar empresas para fazer os serviços de manutenção.

Verifique se a empresa de conservação e manutenção de elevadores que está sendo cotada se tem um engenheiro responsável, além disso, é importante ficar atento ao serviço contratado se há realmente necessidade de pagar por todos os tipos de serviços que serão prestados, já que isto vai encarecer ainda mais o valor do condomínio.

 

Como evitar gastos desnecessários com elevadores

Para não encarecer demais a manutenção dos elevadores, algumas medidas podem ser tomadas pelo próprio zelador do prédio sem haver a necessidade de ficar acionando a todo o momento o pessoal de reparo. Basta que ele observe os seguintes itens:

 

  • A sala de máquinas não pode ficar abafada, o correto é ter ventilação permanente e cruzada de 2 janelas;

 

  • É um local que sempre deve estar com aspecto de seco, não deve haver infiltrações, manchas, nem poças de óleo no chão;

 

  • Preste atenção nos ruídos no elevador, trepidações, barulho de correntes, e se está parando no andar com desnível maior que 5 cm, se for o caso chame a manutenção;

 

  • Sempre observe a aparência do quadro e das instalações elétricas relacionadas ao elevador, qualquer irregularidade notada chame a manutenção;

 

  • Nunca deixe entrar água no poço do elevador, por isso, a sugestão para a limpeza nos halls dos elevadores é que sejam feitas com pano úmido apenas;

 

Estas são apenas algumas dicas que podem prolongar a vida útil dos elevadores, e assim gerar uma boa economia para condomínios e empresas!

 

 

Nota
Imagens meramente ilustrativas.
Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da Hulk Equipamentos Automotivos Ltda ou do criador original do material. Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser propriedade de outras empresas.